[Financiamento Coletivo] Guia da Sociedade Pathfinder

Atenção, aventureiras e aventureiros de toda Golarion! Faltam 15 dias para o fim do Financiamento Coletivo de Presságios Perdidos: Guia de Ancestralidades e Guia da Sociedade Pathfinder.

Hoje temos a Parte 2 dos nossos spoilers e, dessa vez, falaremos sobre o Guia da Sociedade Pathfinder. Se você perdeu a Parte 1 sobre o Guia de Ancestralidades, confira aqui.

Para quem não sabe, a Sociedade Pathfinder é tanto uma organização existente no mundo de Golarion quanto o nome da Campanha Organizada promovida pela Paizo. Aqui no Brasil a New Order é a responsável por publicar as aventuras da Campanha Organizada através de um financiamento permanente pelo Catarse. Inclusive, semana passada estreamos no blog uma coluna nova dedicada às aventuras da Sociedade Pathfinder.

O Guia da Sociedade está dividido em 4 capítulos. O primeiro deles nos conta mais detalhes sobre a origem e os principais fatos históricos que marcaram a Sociedade desde suas origens há mais de 400 anos como um simples clube. Esse primeiro capítulo também inclui algumas biografias novas: Arqueólogo, Recrutador Pathfinder, Buscador de Magia, Desbravador e Tradutor. Como de costume, essas biografias fornecem melhorias em atributos, perícias e um talento de perícia.

Todo relato medievalesco contando uma história precisa de uma linha do tempo

O segundo capítulo aborda as diferentes facções e subgrupos dentro da Sociedade. Como todo grande grupo, é natural que divergências ocorram e panelinhas grupos de afinidade se formem. Após muitas disputas e debates, atualmente há quatro grandes facções reconhecidas pelo Decenvirato (os 10 líderes da Sociedade Pathfinder), são elas: Aliança dos Emissários, Caçadores do Horizonte, Grande Arquivo e Selo Vigilante. Três delas representam um dos ideais no lema da Sociedade – Cooperar, Explorar, Reportar – e a última representa um ideal de proteção contra possíveis ameaças desenterradas por exploradores incautos.

No lado mais mecânico da coisa, temos equipamentos frequentemente utilizados por cada uma das facções, talentos voltados para a Dedicação de Agente Pathfinder, para o arquétipo Mestre dos Encantamentos, Mestre dos Escritos e Mestre das Espadas. Ainda nesse capítulo temos uma lista de “Indivíduos Notáveis” com grande influência na Sociedade Pathfinder.

Seria um hipoglifo um glifo pequenininho?

Para onde quer que você viaje em Golarion, sempre há uma Loja da Sociedade Pathfinder por perto. O capítulo 3 apresenta as lojas da Sociedade, seus símbolos, Capitães-de-Ventura, bens e serviços oferecidos, membros-chave e, claro, sua lista de inimigos e aliados.

Cada loja apresenta particularidades conforme a cultura local da região em que foram estabelecidas e frequentemente ela acaba envolvida nos conflitos e tramas daquela parte do mundo. É esperado que, no mínimo, todas as lojas forneçam abrigo e alimentação para os Pathfinders, mesmo que não sejam lá grande coisa. Muitas, por outro lado, se especializam em fornecer suprimentos exóticos, treinamento em áreas essenciais para a sobrevivência do Pathfinder ali ou até mesmo contatos importantes na região.

Para o spoiler do post de hoje escolhemos a Loja Estrada Sem Barreiras.

Fundada em 4720, fruto dos embates entre a Sociedade e o maligno Monarca dos Espinhos Qxal, essa Loja encontra-se na Vastidão Mwangi e pode oferecer aos Pathfinders uma variedade de ervas feéricas e plantas medicinais. Localizada nas imediações da Porta das Estações – um portal para o semiplano do Monarca. Através dos esforços de Gregaro Voth e o então-nomeado Capitão-de-Ventura Sigvard Tornkvist, o semiplano tornou-se uma verdadeira base de operações para a Sociedade Pathfinder. Com isso, a Loja da Estrada Sem Barreiras ganhou também uma forma de viagem rápida entre várias das lojas, entre elas a Grande Loja de Absalom.

Pelo direito de ir e vir

O último capítulo, tal qual foi no Guia de Ancestralidades, é o responsável por trazer uma variedade de equipamentos comumente utilizados pelos Pathfinders e disponíveis na maioria das lojas. Esses itens vão desde Sapatos de Neve a Protetores Auriculares, passando também por Algemas Falsas e Baralhos de Cartas (Marcadas ou não).

Além disso, o capítulo 4 também descreve os diversos serviços oferecidos nas lojas, como encontradores e pesquisadores especializados. Quer itens mágicos, talentos incomuns, familiares, runas e magias novas? Também temos aos montes. Sinceramente, não há motivos para que um aventureiro não se torne um Pathfinder, os benefícios são simplesmente maravilhosos.

“Ah, mas eu uso um cenário próprio e…” show! Pode usar as Lojas como inspiração pra organizações secretas locais ou se inspirar na Sociedade para fazer guildas locais de aventureiros. Esse suplemento é pura inspiração.


E aí, curtiram as provinhas do Guia da Sociedade Pathfinder? Ficou com vontade de expandir as possibilidades de jogo em sua mesa? Então apoie o Financiamento Coletivo de Presságios Perdidos: Guia de Ancestralidades e Guia da Sociedade Pathfinder.

O Hoplita da New Order

O Hoplita da New Order

Dos campos de batalha após uma vitória consecutiva nos dados chego para trazer novidades, oportunidades e informações para você quer quer saber mais dos produtos da NO e de nossos produtos. Que a honra e a glória te acompanhe em seus jogos.

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você pode gostar

Você ainda não viu nenhum produto.